segunda-feira, 29 de junho de 2009

Futebol com História (III) - Club Internacional de Foot-Ball




O Club Internacional de Foot-Ball (popularmente conhecido pela sigla CIF, mas que ainda mantém oficialmente no nome a grafia do início do século XX) foi fundado em 1902 por dois membros da família Pinto Basto, introdutora do futebol em Portugal: Fernando e Eduardo Luís. É, pois, um dos mais antigos clubes do país. Originalmente designava-se por Foot-Ball Club Swifts, nome que revela a influência inglesa desses primeiros tempos do desporto do pontapé na bola. Só em Dezembro de 1904 passaria ao novo e definitivo nome, também ele espelho da mescla de nacionalidades que compunham o núcleo de praticantes do CIF.

O CIF possuía então o melhor campo de futebol de Lisboa, mas não se pense que era um estádio com bancadas e relvado imaculado: tratava-se muito simplesmente do terreno da Feira de Alcântara, cedido pela Câmara Municipal de Lisboa, sito entre a Avenida 24 de Julho e a linha férrea. Em cada Verão, o terreno voltava à sua função primitiva de campo de feira, de modo que os futebolistas (que eram também os dirigentes e dinamizadores/organizadores dos desafios) tinham de reconstruir o espaço destinado ao jogo quando a época estival se escoava e o período das grandes jogatanas era retomado. Balizas de madeira, de construção algo tosca, e uma sumária vedação completavam o espaço de terra batida e "ervado" destinado ao jogo.

O primeiro desafio oficial do CIF não foi muito auspicioso: derrota por 0-4 com o então poderoso Carcavellos, em 7 de Dezembro de 1905. Mas a equipa foi melhorando com o tempo e entre 1908 e 1912 dominou o futebol na capital. Criou uma forte rivalidade com o Sport Lisboa e Benfica, antecedendo a que o clube da águia viria a encetar com o arqui-rival Sporting Clube de Portugal. O CIF foi a primeira equipa portuguesa a deslocar-se ao estrangeiro (e a primeira a triunfar fora de portas): em Janeiro de 1907 bateu o Madrid Football Club - que em 1920 mudaria o nome para Real Madrid C. F. - na capital espanhola por 2-0. Foi também o primeiro clube português a ganhar uma taça no estrangeiro ao vencer, em Maio de 1909, em Badajoz, um clube local - o Sport Club Bacence - por 3-0.

Após a Primeira Guerra Mundial, o desporto amador entrou em declínio, cedendo muitas modalidades à crescente febre do profissionalismo. O futebol não foi excepção, mas os dirigentes do CIF não embarcaram na onda da moda dos anos 20 do século XX. O clube retirou-se das competições oficiais, invadidas pelo profissionalismo, continuando, porém, a dedicar-se à prática exclusiva do desporto amador nas modalidades de futebol, ténis, atletismo e basquetebol (modalidade em que, na categoria de femininos, alcançou muitos títulos nacionais). Como ainda hoje acontece, naquele que é um dos mais antigos e prestigiados clubes portugueses.

Bibliografia: DIAS, Marina Tavares, História do Futebol em Lisboa, Lisboa, Quimera, 2000.

Imagem: Cromo da década de 1940 representando o equipamento do Club Internacional de Foot-Ball. Contudo, as fotos das duas primeiras décadas do século XX mostram invariavelmente a equipa do CIF com camisola às riscas verticais pretas e brancas e calção branco.

4 comentários:

André Coiso disse...

o 1º jogo de uma equipa de portugal no estrangeiro foi um sporting vs huelva.. a pricnipio o convidado era o CIF mas recusou e propos aos rivais que convidassem o sporting

Jorge disse...

Obrigado, André.
Terei de verificar as fontes. Não sei qual foi o resultado do Huelva-Sporting. Terá sido o CIF a primeira equipa portuguesa a triunfar fora de Portugal?

Anónimo disse...

Em relação ao Sporting-Huelva, atenção que não é bem o Sporting, foi um misto de jogadores de vários clubes (SCP, SLB, CIF), que usaram o equipamento do SCP (O convite original foi ao CIF que recusou e indicou o nome do Sporting, mas ao que parece o presidente do Sporting recusou o convite ou não quis pagar a viagem e então foi arranjado um grupo misto que foi por conta própria).
(Vê-se logo que eram outros tempos...)

Os jogadores foram os seguintes e o resultado ficou 4-0 para os Portugueses.

Os titulares foram:
Henrique Costa (SLB), Augusto Freitas, guarda-redes (SCP) e Francisco Belas (SUB); os médios: António Costa (SLB), António Couto (SCP) e Cosme Damião (SLB); os avançados: António Stromp (SCP), António Rosa Rodrigues (SCP), Francisco Stromp (SCP), Luiz Vieira (SLB) e João Bentes, capitão (SCP)

O jogo com o Heulva foi em 1910.

O primeiro jogo internacional foi mesmo o do CIF em 1907.

Jorge disse...

Obrigado pela informação. A propósito, creio ter sido nesse jogo que Cosme Damião envergou, pela única vez na vida, a camisola do Sporting. Não tenho aqui à mão a referência, mas lembro-me de ter lido em "A História do Futebol em Lisboa", da Marina Tavares Dias.